top of page

Compulsão Por Jogos: Quando o Jogo Se Torna uma Doença Mental


A compulsão por jogos, também conhecida como transtorno do jogo, é uma condição psicológica em que um indivíduo se sente compelido a jogar videogames ou jogos de azar, apesar dos efeitos negativos que isso possa ter em sua vida pessoal, social e profissional. Esse comportamento é considerado uma forma de transtorno do controle de impulsos e está incluído na última edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5).

O transtorno do jogo pode ter efeitos devastadores na vida do indivíduo afetado. A pessoa pode perder horas e horas de sono, negligenciar seus relacionamentos, trabalho e atividades sociais, e até mesmo esquecer de comer ou beber enquanto joga. Além disso, a compulsão por jogos pode levar a problemas financeiros, como endividamento, roubo ou fraude, para poder financiar a atividade de jogo.

A compulsão por jogos é mais comum em homens jovens, mas afeta pessoas de todas as idades e gêneros. O comportamento pode ser causado por fatores genéticos, ambientais e psicológicos, como problemas de autoestima, ansiedade, depressão ou estresse.

Os sinais e sintomas do transtorno do jogo incluem a necessidade de jogar com mais frequência e por períodos cada vez mais longos, a sensação de euforia ou excitação ao jogar, a perda de interesse em outras atividades e relacionamentos, o aumento dos riscos financeiros e a mentira ou ocultação do comportamento de jogo dos outros.

O tratamento do transtorno do jogo pode incluir terapia cognitivo-comportamental, que ajuda a identificar e mudar padrões de pensamento e comportamento relacionados ao jogo, terapia em grupo, medicação e intervenções familiares. Além disso, algumas organizações oferecem suporte e aconselhamento para pessoas afetadas pelo transtorno do jogo.

Prevenir a compulsão por jogos é importante, principalmente para os jovens, pois o comportamento pode afetar negativamente o desenvolvimento de habilidades sociais, educacionais e profissionais. Alguns passos para prevenir o comportamento incluem limitar o tempo de jogo, estabelecer regras claras em casa para o uso de jogos eletrônicos, evitar jogos de azar e falar abertamente sobre os riscos do comportamento de jogo.

Em conclusão, a compulsão por jogos é um transtorno psicológico real que pode ter efeitos negativos significativos na vida de uma pessoa. É importante procurar ajuda profissional se você ou alguém que você conhece exibir sinais de transtorno do jogo. Além disso, prevenir a compulsão por jogos é fundamental, especialmente para os jovens, por meio da conscientização e estabelecimento de limites claros em casa.


Psicologia Popular - Viva Bem, Viva Zen!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page